sábado, 19 de dezembro de 2009

MENTIRA DA INTERNET: PERFUME DO MAL

>
> "Não sei se é verdade...
>
> PERFUME DO MAL - URGENTE - MUITO IMPORTANTE
>
>
> Já está acontecendo em Balneário Camboriú !
> Agora temos um caso em Chapecó - SC
> e Rio de Janeiro
>
> TOME CUIDADO! A T E N Ç Ã O
>
> Uma Jovem entrou na loja em completo desespero, pois segundo ela um
> rapaz ofereceu-lhe um perfume, aplicou-lhe no pulso e mandou
> cheirar... dez segundos de desmaio foi o suficiente para o ladrão
> levar-lhe a bolsa. Isso na Avenida Getúlio Vargas, (Chapecó - SC), em
> frente ao Boticário. Está ocorrendo no Rio de Janeiro!!!'
>
> ALERTEM FILHOS, FILHAS, ESPOSA, MARIDOS, AMIGOS...TODOS.
>
> Muito Importante!
>
> Esses caras estão atuando em bares, estacionamentos próximos de
> faculdades, etc.
> Esse é um fato verídico que aconteceu com um professor da FAAP.
>
> COMENTÁRIOS DO PROFESSOR:
>
> Fui abordado ontem à tarde por volta das 3:30 h no estacionamento por
> dois homens muito elegantes, bem arrumados e perfumados que me
> perguntaram qual tipo de perfume que eu estava usando. Respondi o
> nome do meu perfume e fizeram alguns comentários sobre o que continha
> na essência elogiando meu bom gosto.
> Perguntaram-me então se gostaria de testar um perfume sensacional que
> eles estavam vendendo a um preço bem razoável, lançamento no Brasil.
> Mostrou-me um frasco lindo, mas não cheguei a ver o nome que nele
> estava escrito.
> Provavelmente eu teria concordado com a oferta se eu não tivesse
> recebido um e-mail, algumas semanas atrás, alertando-me para o golpe
> do perfume.
>
> ISTO NÃO É PERFUME!
>
> Quando você inala, desmaia.
>
> Então eles lhe roubam a carteira, objetos de valor e algumas vezes
> estupram a vitima, e até seqüestram.
> Se não fosse este e-mail, provavelmente eu teria cheirado o perfume..
>
> Mas graças à generosidade de um amigo virtual, fui poupado do que
> poderia ter acontecido comigo.
> Gostaria de alertá-los do mesmo modo. Já está acontecendo também em
> Brasília (Pelo alto poder aquisitivo na capital).
> Denúncias já foram realizadas contra duas moças que abordavam homens
> e rondavam o estacionamento do UNICEUB e UNIEURO e contra dois homens
> que rondavam a UNB e o estacionamento do Park Shopping.
> A Polícia civil já está investigando o caso.
>
> NÃO SE ESQUEÇA, REPASSE ESTA MENSAGEM PARA O MAIOR NÚMERO DE AMIGOS!
>
> PINHEIRO NETO ADVOGADOS
> São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília"




>
Lenda

O perfume com éter.
O golpe do perfume.


Essa história surgiu nos EUA e o fato ocorreu com Bertha Johnson, funcionária da Coca-Cola, na cidade de Mobile, Alabama no dia 08 de novembro de 1999.

Na versão original Mrs. Johnson encontrava-se no seu carro, no estacionamento de um banco, quando uma senhora lhe ofereceu vidro de perfume por apenas U$ 8,00. O mesmo perfume custava U$ 45,00 nas lojas da cidade. (V. 1)

A vendedora deu amostra do perfume para Mrs. Johnson cheirar. Ao acordar, o carro encontrava-se em outro estacionamento e a vítima, ainda dentro do carro, percebeu que lhe haviam roubado oitocentos dólares. Quinhentos que lhe pertenciam e trezentos pertencentes à empresa onde ela trabalhava.


A polícia local não encontrou vestígios de nenhuma substância tóxica no sangue nem na urina da vítima, não encontrou pistas e o caso não foi esclarecido.

O jornal Mobile Register noticiou a ocorrência e logo muitas versões se espalharam pelo país. As novas versões falavam na presença de éter no lugar do perfume e não numa substância desconhecida. Os vapores do éter teriam causado o desmaio que possibilitou a ação dos ladrões.

O estacionamento de um banco foi substituído pelo estacionamento do Wal-Mart de uma cidade indeterminada e não mais havia referência à venda do perfume por um preço especial. A vendedora, uma senhora, foi substituída por dois homens bem vestidos e perfumados.

Ao chegar ao Brasil, a lenda tomou três versões.

Em uma delas, o fato teria ocorrido com professor da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado de São Paulo). A outra versão não acrescenta maiores detalhes, mas o fato teria ocorrido com uma mulher. As duas versões citam o estacionamento do Wal-Mart de uma cidade indeterminada.

Terceira versão menciona o Balneário Camboriú - SC, Chapecó - SC, Rio de Janeiro e Brasília.

O interessante nessa história é que a pessoa abordada não caiu na conversa dos "dois homens muito elegantes, bem arrumados e perfumados" graças a "um e-mail, [recebido] algumas semanas atrás, alertando para o golpe do perfume".

Segundo a mensagem, "Quando você inala o éter, você desmaia."

Não é bem assim.

É improvável que o éter possa "derrubar" uma pessoa apenas com uma cheiradinha, mesmo porque ninguém testa um perfume aspirando o ar com toda a força dos pulmões.

História mal contada, com dados imprecisos sobre local e data ("...ontem à tarde por volta das 3:30 pm ...), atribuindo ao éter a capacidade de "derrubar" uma pessoa apenas por cheirá-lo levemente. Tem mais: aqui no Brasil, não é habitual a indicação de hora com as iniciais pm (post meridien). Fala-se e escreve-se 15:30. Há até quem complete: quinze horas da tarde ;}



A frase final garante que se trata de mais uma conversa fiada:

PESSOAL, NÃO ESQUEÇAM, REPASSEM ESTA MENSAGEM PARA O MAIOR NÚMERO DE AMIGOS!!!!!


Conclusão: um suposto caso de roubo, não esclarecido pela polícia da cidade de Mobile, Alabama - EUA, transformou-se num alerta divulgado por pessoa supostamente residente na cidade de São Paulo, Brasil.



Veja também O biscoito maligno.



Mais perfume:

El golpe del perfume

Endormie à l'éther

Perfume Email Hoax

Perfume Hoax?

Perfume hoax

Poison Perfume Warning

(1) Smell This, Taste This

The Perfume (Mall Parking Lot) Hoax



Veja mais sobre os links acima na Fonte: http://www.quatrocantos.com/LENDAS/95_perfume_eter.htm

3 comentários:

Bia disse...

É verdade. eu já fui vítima. Foi na Rua Manoel da Nóbrega, Ibirapuera - São Paulo SP. Depois de inalar o perfume, começei a sentir um grande mal-estar, daí eu lembrei do e-mail, e saí correndo. por um triz nao desmaiei no meio da calçada. A maioria desses e-mails correntes dizem mentiras, mas esse nao (ainda bem que eu nao rejeitei)

Manoel Trajano disse...

Bia,

Obrigado pela visita e comentario!Será que foi mesmo o "perfume do mal" na maneira como o e-mail argumenta?Ou será que foi outra coisa que coincidiu?O site QUATRO CANTOS que desmente é muito respeitado e conforme exposto na postagem argumenta de forma cientifica e coerente contra essas pulhas da internet.Sugiro voce pesquisar mais sobre o assunto e que bom que voce está bem!

Sds,

Anônimo disse...

Bia mentirosaaaaaaa!!!!!!!!